segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Os pais não são perfeitos / Lidar com mágoas do Passado e Presente










Com frequência, os pais erraram porque não souberam fazer diferente, por não terem “manual de instrução”, ou mesmo com conhecimento, não conseguiram aplicar aquilo que “é certo”. Assim como qualquer pessoa, eles também têm suas dificuldades, seus conflitos emocionais, suas resistências, limitações e falta de maturidade em determinadas questões.

Mesmo compreendendo isso, não significa que o filho não possa ficar magoado com aquilo que sentiu falta, sofreu. As marcas (boas ou ruins) deixadas pelos pais, normalmente são as que mais influenciam a vida da pessoa. Mas não quer dizer que ela precisa viver “presa” ao passado. Quando adulta, pode se “libertar” dos fantasmas (medos, insegurança, traumas, …).

É importante perceber que não é mais criança, não é mais “refém”, que pode mudar o rumo da sua vida e sua história, pois já tem força e autonomia para suas próprias decisões. Permanecer ou não “aprisionado” aos pais, agora depende da pessoa. É ela quem define se continua a alimentar ou não alguns padrões de pensamentos.

O filho adulto é responsável por suas escolhas, e tem a opção de permitir ou não aos pais “direcionar” a sua vida. Os filhos também precisam dar limites aos pais, “de até onde eles podem ir”. Se os pais invadem a vida dos filhos adultos, é porque de alguma forma os filhos permitem que isso aconteça.

Também é importante que aprenda a lidar com os defeitos dos pais. Isso ajuda a superar os ressentimentos. Ter em mente que cada um tem a sua maneira de demonstrar sentimentos, afeto ou carinho é importante nesse processo de lidar com os erros dos pais (abusos físicos e sexuais não entram nessa questão).

Em cada idade, os pais terão um significado na vida do filho. Eles nunca foram ou serão super heróis (são humanos), e talvez eles nunca consigam chegar perto disso. É preciso lidar com o desejo de “como os pais deveriam ser” (expectativas, decepções e frustrações). Nem tudo é perfeito, às vezes é necessário existir distanciamento (dos pais, das emoções, do passado, …) para a pessoa conseguir se “emancipar emocionalmente” e então se fortalecer, elaborar e conviver com as cicatrizes para amadurecer.

Esse processo não costuma ser fácil, sendo fundamental o acompanhamento com o psicólogo quando a pessoa não consegue sozinha.

TAGScuritiba psicologadecepções paisdesprender paisemancipa

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

VERDADE



A porta da verdade estava aberta,
mas só deixava passar
meia pessoa de cada vez.

Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava
só trazia o perfil de meia verdade.

E sua segunda metade
voltava igualmente com meio perfil.
E os dois meios perfis não coincidiam.

Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
Chegaram a um lugar luminoso
onde a verdade esplendia seus fogos.
Era dividida em duas metades,
diferentes uma da outra.

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
As duas eram totalmente belas.
Mas carecia optar. Cada um optou conforme
seu capricho, sua ilusão, sua miopia.
Carlos Drummond de Andrade

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Bem Vindo Novembro

Seja bem-vindo Novembro!Que seja abençoado e com muitas vitórias!💪 O ano está chegando ao fim. Vamos agradecer por tudo que Deus nos concedeu e também pelo que está por vir!

domingo, 22 de outubro de 2017

SIMPLES !!






Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão. Há muito o que dar e o que receber; há muito o que aprender, com experiências boas ou negativas.
É isso... tente ver as coisas negativas que te acontecem com como algo que aconteceu por uma razão precisa. E não se lamente pelo ocorrido; além de não servir de nada reclamar, isso vai vendar seus olhos para continuar o caminho.
Letícia Thompson

terça-feira, 27 de junho de 2017

Silêncio


"Só  se deve falar daquilo que é útil a nós ou aos outros"
Benjamim Franklin

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Não

“Não precisava ser assim. Não precisava doer como dói. Eu não podia apenas sorrir quando me lembrasse de você?”
― Caio Fernando Abreu

terça-feira, 13 de junho de 2017

Quando eu quero falar com Deus

Quando Eu Quero Falar com Deus

Quando eu quero falar com Deus eu apenas falo
Quando eu quero falar com Deus às vezes me calo.
E elevo o meu pensamento.
Peço ajuda no meu sofrimento
Ele é Pai, Ele escuta o que pede o meu coração
Quantas vezes eu falando com Deus desabafo e choro
E alívio pro meu coração eu a Ele imploro
E então sinto a sua presença
Seu amor, sua luz tão intensa
Que ilumina o meu rosto e me alegra em minha oração
Quanta paz, quanta luz
Deus nos ouve, nos mostra o caminho que a Ele conduz
Deus é pai, Deus é luz
Deus nos fala que a ele se chega seguindo Jesus
É tão lindo falar com Deus em qualquer momento
Deus que vê uma folha que cai e é levada ao vento
Não existe onde ele não esteja
Ele pode escutar nossa voz
Deus no céu, Deus na Terra, aonde seja, esta dentro de
nós
Quanta paz, quanta luz
Deus nos ouve, nos mostra o caminho que a Ele conduz
Deus é pai, Deus é luz
Deus nos fala que a ele se chega seguindo Jesus



sexta-feira, 28 de abril de 2017

Permita






Olhos abertos para estes momentos,
Coração aberto para essas sensações,
Alma livre para viajar em outras direções,
E assim, se permita
Descubra o quanto do passado
Reflete em seus dias vividos hoje,
Se permita a influência,
O aprendizado,
Para que os dias vividos amanhã sejam mais intensos,
Mais reais,
Mais emotivos,
Ainda mais puros.
Recarregando o corpo,
Revestindo e completando a alma,
Transformando o que for necessário, 
Criando o que for necessário,
Aprendendo o que for necessário,
Sendo mais você, o quanto for necessário.

sábado, 22 de abril de 2017

'AMAME UNA VEZ MÁS'

De todas tus mentiras, guardo un mal sabor, y 
mentiras ya no quiero mas, No pierdas mas tu 
tiempo, en pedir perdon, pues te juro que no me 
vuelvo atras. 

No me pidas que haga la locura, de creerte una 
vez mas, Nomas regalame la ultima luna, una noche 
que no olvide jamás. 

Desnudame de a poco, besame a lo loco, inventame 
un momento,que no tenga final, aprsióname 
en tus brazos,quiebrame en pedazos, 
arrójalos al viento, ámame una vez 
mas. 

No hay nada mas difícil que decirte 
adiós, por que sé muy bien que nunca 
más, podré olvidar la música 
que oí en tu voz, el perfume de tu piel, tu 

sábado, 15 de abril de 2017

TRAIÇÃO

PORQUE DÓI TANTO SER TRAÍDA

A dor vem de vários caminhos: A decepção, pois podemos perceber que não a conhecíamos tão bem como pensávamos. A raiva de nós mesmos, pois podemos pensar que de alguma forma somos responsáveis. Pode haver pensamentos sobre nunca mais encontrar alguém que possa ser fiel aparecem com a traição e tornam a vida um tormento. Podemos perdemos a esperança de sermos felizes novamente.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Limpe sua Bagagem






Para muitos de nós , é necessária uma crise - de meia idade ou algo assim - para que pensemos sobre a bagagem que estamos carregando . Depois, infelizmente, temos a tendência de tomar decisões a partir da crise. Em vez de parar para reconsiderar, de forma objetiva, aquilo que trouxemos conosco e por quê, temos a tendência de rejeitar tudo e fugir. Em vez de tomarmos decisões racionais que nos preparem para o que nos espera, tendemos a reagir a partir de uma  situação de pânico ou medo - e as escolhas que fazermos refletem isso

terça-feira, 4 de abril de 2017

PESSOAS QUE FALAM DEMAIS




[...] insisto na prerrogativa do silêncio, para não esmagar com palavras as entrelinhas.

Todos nós conhecemos alguém que fala além da conta. Eu tinha uma vizinha assim: Toda vez que ela nos visitava algo mágico e transcedental ocorria: As palavras saíam de sua boca num fluxo constante e contínuo, por minutos e minutos. A fonte não se esgotava nunca. E as palavras saíam todas com uma certa coerência. Não, o tema nunca era importante, mas ela fazia parecer importante. Era um grande talento, sem dúvida ;-) Mas antes de seguir a conversa, precisamos definir o termo: Falar demais é uma coisa, falar o que não deve, é outra. Me refiro neste texto àquelas que falam demais mesmo, que falam muito, verborrágicas. São pessoas que não gastam tempo refletindo sobre um assunto, vão logo despejando nos ouvidos alheios tudo o que lhes vem a mente. Não costumam refletir, ou refletem verbalizando, com a boca.
 Clarice Lispector